A caderneta de poupança registrou entrada líquida de R$ 166,310 bilhões em 2020, melhor resultado desde o início da série histórica, em 1995, divulgou o Banco Central nesta quinta-feira (7).

Em dezembro, mês tradicionalmente positivo, houve captação líquida de R$ 20,602 bilhões, também o melhor dado para o mês desde o início da série histórica.

No consolidado do ano, os depósitos superaram os saques em R$ 125,353 bilhões no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), enquanto na poupança rural houve ingresso líquido de R$ 40,957 bilhões.

Em 2020, o resultado da poupança só foi negativo em janeiro (-R$ 12,356 bilhões) e fevereiro (-R$3,572 bilhões), meses que antecederam o período de fechamento de setores da economia em decorrência da pandemia do coronavírus.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).