A maioria dos brasileiros empata ou gasta mais do que pode do salário ao final do mês (69,4%), segundo o I-SFB (Índice de Saúde Financeira do Brasileiro), novo índice do BC (Banco Central) e a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), lançado nesta segunda-feira (19).

Do total, 11% gastam muito mais do que ganham, 18% gastam mais do que ganham, 40% empatam os gastos com a receita, 23% gastam menos do que ganham e 8% muito menos. “A maioria dos pesquisados não gasta mais do que a renda, mas grande parte vive a tensão do empate financeiro”, afirma Amaury Oliva, diretor de Cidadania Financeira da Febraban.

64,7% não se sentem seguros sobre seu futuro financeiro. “O orçamento justo leva o cidadão a pensar bastante antes de gastar o dinheiro”, afirma Amaury Oliva, diretor de Cidadania Financeira da Febraban.

Qual a situação do brasileiro? A pesquisa mostra que a média de saúde financeira dos brasileiros ficou em 57 pontos. Isto significa que a situação está no nível “ok”, o que aponta para um equilíbrio financeiro com pouco espaço para erro.

O índice varia de 0 a 100, sendo que pontuações de 0 a 56 já são consideradas baixas.

Faixas de pontuaçãoSaúde financeiraPercentual de entrevistados em cada faixaO que significa
0 a 36Ruim11,6%Círculo de fragilidade, estresse e desorganização financeira
37 a 49Muito baixa21,1%Risco de atingir uma situação crítica
50 a 56Baixa15,6%Primeiros sinais de desequilíbrio e risco de entrar em alto estresse financeiro
57 a 60Ok10,1%Equilíbrio financeiro no limite - com pouco espaço para erro
61 a 68Boa14,3%Básico bem feito
69 a 82Muito boa19,2%Domínio do dia a dia, mas precisa dar o salto do patrimônio
83 a 100Ótima8,1%Vida financeira sem estresse. Finanças proporcionam segurança e liberdade financeira

Outros dados da pesquisa:

  • 58,4% dizem que preocupações com as despesas e compromisso financeiros são motivos de estresse em casa;
  • 53,5% reduziram o padrão de vida por causa de compromissos financeiros que assumiram;
  • Seis em cada dez admitem que a forma como administram o dinheiro não os permite aproveitar a vida;
  • Apenas 21,9% dariam conta de uma grande despesa inesperada.

Como está sua saúde financeira? O índice tem como objetivo fazer com que as pessoas identifiquem sua situação financeira, preenchendo um questionário online. Ao responder as perguntas, a ferramenta mostra qual a pontuação e compara com a média dos brasileiros por idade, faixa de renda, região, educação e estado civil.

“Com a ferramenta, nasce de uma nova abordagem, mais personalizada, que permite identificar o ponto de partida de cada indivíduo”, afirma Maurício Moura, diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta do Banco Central. Para ele, será possível ajudar o cidadão com mais informações e oferecendo mais dados ao sistema bancário, que poderá oferecer produtos e serviços mais adequados ao perfil dos brasileiros.

Como a pesquisa foi feita? Foram ouvidos 5.220 brasileiros com mais de 18 anos que tenham relacionamento com o Sistema Financeiro Nacional.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).