O uso de cartões de crédito, débito e pré-pagos deve crescer entre 18% e 20% e movimentar mais de R$ 2,3 trilhões em 2021, segundo projeção da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços).

O maior crescimento, em percentual, deve ficar com os cartões pré-pagos. Veja as projeções de crescimento por tipo de cartão

Crédito: de 19% a 21%
Débito: de 13% a 15%
Pré-pago: de 90% a 110%

Apesar da pandemia, a Abecs projeta que houve crescimento de 8% para pagamentos com cartões em 2020, em comparação ao ano anterior. A expectativa é de que as transações tenham chegado ao valor de R$ 2 trilhões.

Segundo a Abecs, o uso de cartões foi fundamental para a recuperação do segundo semestre de 2020.

A projeção de crescimento para o 4º trimestre é de 14,8%, o que representará um valor movimentado de R$ 607,3 bilhões apenas nesse período, que inclui datas comerciais importantes, como a Black Friday e as compras de Natal.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).