Os dados mais recentes de fluxos de investimento destacam o impacto positivo dos avanços de vacinas contra o coronavírus e menor incerteza política nos EUA nos fundos de ações globais.

Os investidores aplicaram mais dinheiro em portfólios de ações nas três semanas até 25 de novembro do que em qualquer período comparável já registrado, segundo estrategistas da Jefferies Financial, que citaram dados da EPFR Global.

Os fluxos de fundos de ativos “indicaram que investidores aumentaram ainda mais o apetite por risco”, sendo que as alocações em ações ultrapassaram US$ 100 bilhões durante as últimas três semanas, escreveram estrategistas em relatório na quinta-feira.

Fundos de ações receberam alocações líquidas de US$ 33 bilhões durante a semana até 25 de novembro, e os EUA responderam por mais da metade do fluxo total. Títulos receberam entradas de US$ 9,1 bilhões, com grande parte das alocações destinadas ao crédito corporativo, segundo o relatório.

Os mercados se recuperaram com força desde as eleições presidenciais dos EUA em 3 de novembro, com o fim da incerteza política e notícias positivas para a descoberta de uma vacina contra a Covid-19, o que aumentou a confiança de investidores.

O índice MSCI All-Country World deve terminar novembro com desempenho mensal recorde e acumula alta de 13% no mês, ganho que também elevou os valores das empresas.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).