Murilo Duarte, 26, criador do canal Favelado Investidor, é um influenciador financeiro de sucesso. Ele tem 295 mil seguidores no YouTube e 429 mil no Instagram. Golpistas se aproveitaram dessa popularidade para arrancar dinheiro de seus seguidores.

“Um perfil fake pegou minha foto e criou uma conta no Youtube com o mesmo nome da minha. Aí, essa pessoa passou a comentar meus vídeos, entrando em contato e passando um número de WhatsApp. Ao entrar em contato com esse número, a pessoa pedia para transferir dinheiro que ele iria investir para ela”, disse Duarte ao 6 Minutos.

Ao saber desse golpe, Duarte denunciou a falcatrua nas redes sociais. “É preocupante que esse tipo de golpe aconteça. Eu ensino as pessoas a investir, não peço dinheiro para investir por elas. Estão usando minha imagem para prejudicar outras pessoas.”

Veja quatro dicas para não cair em golpes como esse

1- Verifique se a conta é autenticada

“Nós, usuários de internet, precisamos passar por um processo de educação digital. Muitas plataformas já possuem mecanismos para garantir que estamos falando com aquela pessoa mesmo. É o caso da conta verificada. Pessoas famosas têm contas verificadas”, diz a especialista em direito digital Camilla Jimene, sócia do escritório Opice Blum, Bruno e Vainzof Advogados Associados.

2 – Não faça transferências sem checar a autenticidade do contato

“Se alguém te chama por WhatsApp, é precisa checar como é a abordagem, a forma de escrever e nunca responder na hora até entender o que está acontecendo. Pessoas conhecidas e que estão passando necessidade não pedem dinheiro assim. Elas ligam, marcam reuniões”, diz Maria Inês Dolci, especialista em defesa do consumidor.

3 – Analise o perfil de quem fez o contato

Outra forma de pegar a fraude é clicar no perfil e analisá-lo. “Uma pessoa que cria um perfil falso dificilmente terá muitos seguidores quanto o perfil verdadeiro, mesmo que ela compre seguidores. E terá pouco conteúdo disponível” afirma Camilla.

4 – Pesquise, o Google está aí para isso

Ela diz que uma busca no nome do influenciador permitirá conseguir algumas pistas de que é aquilo é uma fraude. “Se a pessoa fizer uma busca, vai encontrar vídeos do próprio influenciador dizendo que aquele perfil não é o dele.”

Influenciador pode pedir dinheiro para investir por você?

Você daria seu dinheiro para um desconhecido investir por você? “Não se deve fazer nenhuma transferência para qualquer pessoa física ou jurídica sem que haja uma instituição financeira por trás. Para poder investir, é preciso ter uma conta em uma corretora, distribuidora ou banco. Não se pode delegar isto a alguém”, disse Luis Abdal, consultor de marketing da Ancord (Associação das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias).

Abdal diz que até mesmo os agentes autônomos precisam de certificação. “Ele tem que ser certificado, credenciado, vinculado a uma corretora, e o nome dele deve constar nas listas que a própria CVM possui dos profissionais aptos a prestar este serviço ao investidor.”

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) tem uma lista de alertas para as pessoas não deixarem seu dinheiro na mão de golpistas. Um deles é verificar bem quem está fazendo a intermediação financeira. A CVM diz que “apenas instituições autorizadas podem oferecer operações no mercado de valores mobiliários”.

“Não há necessidade de registro na CVM para oferecer cursos sobre o mercado de capitais, mas esse é um método muito utilizado por pessoas que não têm autorização para atuar na intermediação para se aproximarem do público e oferecerem outros serviços.”

Nunca vale repetir que é preciso desconfiar de promessas de retornos elevados com baixo risco. “Rentabilidade e risco costumam andar de mãos dadas. Se é bom demais para ser verdade, provavelmente não o é”, alerta a CVM.

Reprodução de comentários em vídeo do Favelado Investidor

Troca de mensagens com o perfil fake do Favelado Investidor

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).