O Bradesco, segundo maior banco privado do país, relançou nesta quarta-feira (dia 13) a plataforma de investimentos Ágora com o objetivo de capturar clientes que não são correntistas do banco.

O banco anunciou que vai transferir nos próximos 120 dias os clientes de varejo da corretora Bradesco para a Ágora. Ao todo, a nova plataforma nascerá já com 150 mil clientes ativos.

A Ágora era o nome de uma das maiores corretoras do país, que o Bradesco comprou em 2008.

Qual o contexto? A decisão do Bradesco acontece em um momento em que plataformas que nasceram independentes, como a XP Investimentos, capturam de forma crescente os recursos de clientes de bancos tradicionais. A XP chegou a acertar em 2017 um acordo bilionário de venda para o Itaú Unibanco, mas o Banco Central vetou a transferência do controle, deixando o banco privado como acionista minoritário.

Um estudo recém-concluído pelo JPMorgan Chase revelou que, desde 2017, os cinco maiores bancos do país (Itaú Unibanco, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa e Santander) conseguiram captar apenas 12% nos recursos para fundos de investimento. Os demais 88% ficaram com gestoras independentes.

Uma das principais diferenças entre gestoras e corretoras independentes e os grandes bancos é a ampla distribuição de produtos de terceiros pelo primeiro grupo, enquanto os bancos privilegiam o que é seu.

Durante muito tempo, os grandes bancos restringiram alternativas rentáveis de investimento, como fundos, apenas a clientes de alta renda — e, ainda assim, oferecendo apenas produtos da casa.

Qual a estratégia para atrair clientes? Num primeiro momento, o plano é atrair os clientes de seu banco digital, o Next, segundo o vice-presidente do Bradesco, Cassiano Scarpelli. A Ágora será a plataforma exclusiva de investimentos do Next, que deve encerrar o ano com 2 milhões de correntistas.

Quais as metas? O Bradesco projeta conquistar um terço dos ativos de renda variável sob custódia no Brasil. Hoje, o banco tem 17% de participação de mercado. Depois disso, o objetivo é buscar a liderança de mercado.

Já se sabe quais fundos a Ágora vai distribuir? Sim. A nova plataforma já tem parcerias acertadas com algumas das  mais conhecidas gestoras do mercado, como a Gávea, a SPX, a Adam Capital, o Bahia Asset e a Kapitalo.

(Com a Reuters)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).