Um dos temores do ano passado era que o preço dos aluguéis fosse nas alturas. Isso porque o IGP-M, índice tradicionalmente usado para o reajuste, subiu em disparada durante o ano e fechou 2020 em 23,14%, maior variação anual desde 2002. Apesar da alta exorbitante, o preço não foi repassado aos inquilinos.

O que se nota é um preço subindo abaixo da inflação. Segundo levantamento do Índice FipeZap, o ano foi encerrado com alta acumulada de 2,48% nos preços dos aluguéis – enquanto a inflação oficial medida pelo IPCA fechou 2020 em 4,52%.

Quer dizer que os aluguéis ficaram mais baratos? O fato da alta do IGP-M não ter sido repassada não significa que o os preços estão caindo, muito pelo contrário. A elevação anual no preço médio de locação residencial foi registrada em 10 das 11 capitais monitoradas pelo Índice FipeZap. A exceção foi Curitiba, que registrou queda 0,37%.

As demais capitais monitoradas apresentaram alta no preço médio do aluguel no acumulado do ano:

  • Goiânia: 8,87%
  • Belo Horizonte: 6,24%
  • Recife: 5,0%
  • Salvador: 4,96%
  • Brasília: 4,91%
  • Porto Alegre: 1,27%
  • São Paulo: 1,14%
  • Florianópolis: 0,82%
  • Rio de Janeiro: 0,70%
  • Fortaleza: 0,26%

Preço médio em dezembro: O preço médio do aluguel encerrou o mês em R$ 30,46/m². Entre as 11 capitais monitoradas, São Paulo se manteve como a capital com o preço médio mais elevado (R$ 40,06/m²), seguida pelos valores médios registrados em Brasília (R$ 32,16/m²), Recife (R$ 31,50/m²) e Rio de Janeiro (R$ 30,74/m²).

Já entre as capitais com menor valor de locação residencial, destacaram-se: Fortaleza (R$ 17,37/m²), Goiânia (R$ 18,46/m²), Curitiba (R$ 20,77/m²) e Belo Horizonte (R$ 23,54/m²).

Rentabilidade do aluguel

Quem comprou imóveis para investir não tem muito o que comemorar. A rentabilidade do aluguel fechou o ano muito próxima da inflação. O retorno médio anualizado do aluguel residencial encerrou dezembro em 4,7%, um recuo de 0,03% em relação ao registrado há 12 meses.

Mas ainda assim superior à rentabilidade média projetada de aplicações financeiras de referência, como a poupança, por exemplo.

Como esse cálculo é feito? Segundo FipeZap, a rentabilidade do aluguel é calculada por meio da razão entre o valor de locação mensal (R$/m2 ) e o valor de venda mensal (R$/m2 ). A taxa anualizada é obtida multiplicando-se o resultado por 12.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).