A Economatica divulgou nesta sexta-feira (03) um ranking com as ações que têm maior potencial de pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio em 2020. O levantamento é encabeçado por empresas do setor financeiro, que contam com 8 dos 21 papéis listados.

Em primeiro lugar está a ação ordinária do Itaú Unibanco, cujo dividend yield está previsto em 8,76% para este ano. Em seguida está a corretora de seguros Wiz, com projeção de 7,87%. O Itaú aparece novamente em terceiro lugar, dessa vez com a ação preferencial. O retorno esperado da ação ITUB4 é de 7,56%.

No que se baseia a previsão para o Itaú Unibanco? A Economatica destaca que o Itaú Unibanco teve lucro de R$ 24,9 bilhões em 2018 e de R$ 19,1 bilhões nos nove meses do ano passado, alcançando um dividend yield de 9,34% em 2019. A corretora prevê que o lucro do ano passado seja mantido ou superado em 2020, chegando à estimativa de 8,76% de remuneração.

Quais os outros destaques? É o setor de energia elétrica, com quatro ações. A campeã dentro do segmento deve ser a Taesa, com dividend yield previsto de 6,06%. Também constam na relação as ações PN e ON da Cemig e, por fim, as ações preferenciais classe B da Copel.

Quais os parâmetros do levantamento? Ele considera, entre outros fatores, companhias com volume financeiro médio diário de pelo menos R$ 5 milhões em 2019 e que tenham registrado lucro em 2018 e nos nove primeiros meses do ano passado. O lucro no período de 2019 deve ser equivalente a pelo menos 75% do acumulado de 2018, o que projeta ganhos no ano iguais ou superiores aos do ano anterior. Além disso, as empresas também devem ter distribuído dividendos ou JCPs em 2018.

As projeções feitas para 2019 foram certeiras? A corretora afirma que, das 23 ações listadas como boas pagadoras de dividendos na projeção do início de 2019, 10 superaram as expectativas e 13 ficaram abaixo. O pior desempenho foi da EcoRodovias, que tinha dividend yield estimado de 7,7%, mas acabou o ano zerado. A Economatica alerta que o levantamento usa metodologia quantitativa e é necessário analisar as empresas de forma individual.

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).