O primeiro fundo negociado no Brasil que tem como referência um índice de criptomoedas, o ETF Hashdex Nasdaq Cryto Index, começa a ser negociado nesta segunda-feira (dia 26) na B3. Na última sexta, a gestora Hashdex informou que o ETF levantou R$ 615,2 milhões em sua emissão primária, uma captação três vezes maior do que o esperado.

O ETF (sigla para Exchange Traded Fund) é um fundo negociado em Bolsa que tem como objetivo acompanhar um índice de referência (como o Ibovespa ou o S&P 500, por exemplo). O gestor vai movimentar a carteira de forma que o retorno a ser entregue aos investidores seja idêntico à variação do índice seguido, para cima ou para baixo.

A aplicação oferece ao investidor uma carteira teórica de criptomoedas com o valor inicial de aproximadamente R$ 50 por cota.

“O ETF oferece a praticidade de investir em uma carteira diversificada de ativos com apenas uma transação. Ou seja, o investidor não precisa se preocupar em ter que comprar ou vender ativos para replicar os resultados do índice de referência”, afirmou Rogério Santana, diretor de Relacionamento com clientes da B3.

De acordo com a bolsa, para negociar cotas de ETF o investidor precisa ter uma conta aberta e ativa em uma corretora do Brasil.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).