A retomada dos testes da vacina da AstraZeneca, que foi anunciada no sábado, e a avaliação que os papeis de algumas empresas ficaram baratos após as quedas nos últimos pregões fizeram a Bolsa fechar em alta de 1,94%, a 100.274 pontos.

O dólar encerrou em queda de 1%, a R$ 5,27, o menor patamar desde o final de julho.

O que aconteceu com a Bolsa e o dólar hoje? O Ibovespa e o real acompanharam o bom humor externo com a retomada da vacina da AstraZeneca em parceria com a universidade de Oxford, que havia sido paralisada para investigação de um problema de saúde de uma voluntária do projeto.

Os principais índices de Wall Street também operavam em alta por causa de uma série de anúncios de acordos multibilionários, como o da Nvidia com planos de comprar a designer britânica de chips Arm e a Oracle avançando em seus planos de comprar o TikTok.

Por aqui, após o período recente de volatilidade do Ibovespa,  o mercado operou com a sensação de que alguns papeis ficaram baratos, com destaque para o setor varejista e companhias aéreas.

A Yduqs foi a grande vencedora do pregão, com alta de mais de 7% após a empresa do setor de educação afirmou que apresentou proposta para a compra das operações da rede de ensino Laureate, que é dona das universidades Anhembi Morumbi e FMU.

Maiores altas:

Yduqs (+ 7,96%)

Gol (+ 7,29%)

Cielo (+ 6,98 %)

Maiores baixas:

Petrorio (- 1,54%)

Petrobras ON (- 1%)

Petrobras PN  (- 0,91%)

(Com a Reuters)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.