Em meio a preocupações internacionais com a alta nos casos de coronavírus nos Estados Unidos e na Europa, os investidores aproveitaram para realizar lucros e determinaram a queda da Bolsa nesta quarta-feira (18).

O Ibovespa encerrou o dia em queda de 1,05%, a 106.119 pontos. O dólar subiu 0,13%, a R$ 5,33.

O que aconteceu com a bolsa e o dólar? O elevado número de casos de coronavírus nos Estados Unidos e na Europa fizeram os investidores internacionais terem um dia de preocupação com os impactos econômicos da segunda onda da pandemia.

Nesse cenário, o mercado brasileiro, que ontem fechou no maior patamar desde o início de março, aproveitou para realizar lucros.

No final da tarde de hoje, os mercados mostraram deterioração depois da notícia de que a cidade de Nova York decidiu voltar a fechar escolas públicas para conter a disseminação do vírus.

“Temos a chance da vacina, mas nem de longe temos data clara sobre quando começará a vacinação. Isso tira capacidade de projetar em que medida no ano que vem ainda estaremos tendo de lidar com riscos de restrições econômicas”, disse Fabrizio Velloni, economista-chefe da Frente Corretora.

A Pfizer anunciou que os resultados finais do teste em estágio avançado de sua vacina contra a Covid-19 mostraram que ela é 95% eficaz. A notícia veio depois de a farmacêutica Moderna divulgar dados preliminares para sua vacina, os quais revelaram 94,5% de eficácia.

As chances de desdobramentos econômicos da pandemia ainda em 2021 no Brasil seguem no radar, com o mercado atento a riscos de permanência de gastos emergenciais, o que prejudicaria a já frágil situação fiscal do Brasil.

Já perto do fechamento do mercado, a agência de classificação de risco Fitch reafirmou o rating “BB-” de crédito soberano brasileiro, mas manteve a perspectiva negativa, o que sinaliza riscos de rebaixamento da nota à frente, num ambiente de incerteza política doméstica e ressurgimento global das infecções pelo coronavírus.

Maiores altas:

Cogna Educação (+ 5,75%)
Yduqs (+ 5,63%)
Azul (+ 4,96%)

Maiores baixas:

Multiplan (- 4,11%)
Ambev (- 3,95%)
Cyrela (- 3,88%)

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).