Puxada pela queda das ações de siderúrgicas e de bancos, e em dia de vencimento de opções sobre ações, a Bolsa encerrou o pregão desta sexta-feira (16) em queda de 1,18%, a 125.960 pontos.

O dólar encerrou o dia praticamente estável, com alta de 0,01%, a R$ 5,11.

O que aconteceu com a Bolsa? O Ibovespa fechou em queda nesta sexta-feira, pressionado particularmente pelo declínio de ações de empresas de peso no índice, como siderúrgicas, Petrobras, Vale e bancos, em sessão com vencimento de opções sobre ações e perdas em Wall Street.

Os índices americanos recuaram, pressionados por quedas nas ações de Amazon, Apple e outros pesos-pesados da tecnologia, enquanto investidores demonstraram preocupação com o aumento no número de casos de coronavírus pelo mundo, relacionado à altamente contagiosa variante Delta.

Apesar disso, foi divulgado o índice de vendas no varejo dos Estados Unidos no mês passado, que mostrou um crescimento surpreendente. Na visão do estrategista-chefe do banco digital Modalmais, Felipe Sichel, o dado reforça a tese de volatilidade nos indicadores econômicos na medida em que a reabertura da economia se solidifica.

O que aconteceu com o dólar?  O dólar fechou perto da estabilidade contra o real nesta sexta-feira, mas apresentou baixa no acumulado da semana, com a percepção de um cenário doméstico favorável para a moeda brasileira voltando a compensar temores sobre uma possível redução de estímulos nos Estados Unidos.

Marcos Weigt, head de tesouraria do Travelex Bank, explicou à Reuters que “os fundamentos brasileiros continuam bons para a moeda brasileira: temos termos de troca positivos, o que gera fluxos de entrada no mercado local”.

Vários investidores têm apontado para a alta recente nos preços das commodities, bem como sinais de retomada da economia doméstica e a perspectiva de uma taxa Selic mais alta, como fator de impulso para o real frente ao dólar.

Maiores altas:

B2W (4,15%)
Sabesp (2,12%)
Marfrig (1,56%)

Maiores baixas:

Embraer (-4%)
CSN (-3,46%)
Azul (-3,23%)

(Com a Reuters)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).