Em meio à expectativa do pacote de estímulos nos Estados Unidos, a Bolsa conseguiu manter o patamar dos 100 mil pontos nesta quarta-feira (dia 21). O Ibovespa encerrou o dia quase estável, em alta de 0,01%, a 100.552 pontos.

Já o dólar fechou em leve alta de 0,05%, a R$ 5,61.

O que aconteceu com a Bolsa e o dólar hoje? O Ibovespa foi influenciado pelo cenário externo, com os investidores na expectativa de um avanço nas negociações por um pacote de estímulo nos Estados Unidos.

O chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, disse que, embora haja uma série de diferenças entre a Casa Branca e os democratas do Congresso, o presidente republicano Donald Trump estava “disposto a” trabalhar em prol de um acordo.

A cena corporativa também ocupou as atenções, com Qualicorp entre os maiores ganhos, em meio a planos da Rede D’Or de elevar participação na empresa, enquanto a Weg sofreu realização de lucros após registrar máxima na esteira de um resultado trimestral sólido.

Nas bolsas americanas, a falta de definição em torno do pacote de estímulos acabou pensando no final do dia. De acordo com dados preliminares, o Dow Jones recuou 0,35%, o S&P 500 perdeu 0,23% e o Nasdaq teve recuo de 0,28%.

Maiores altas:

Qualicorp (+ 5,75%)

Braskem (+4,73%)

Ezetec (+ 3,81%)

Maiores baixas:

Weg (- 6,16%)

IRB (- 3,80%)

Lojas Americanas  (- 2,99%)

(Com a Reuters)

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).