O dólar disparava contra o real nos primeiros negócios desta quinta-feira, chegando a superar a marca de 5,63 reais em meio a pessimismo dos investidores sobre a saúde fiscal do Brasil, enquanto o fato de o Federal Reserve ter citado a desvalorização da moeda local na ata de sua reunião continuava reverberando nos mercados.

Às 9:12, o dólar avançava 1,49%, a 5,6132 reais na venda. Na máxima do dia, nos primeiros minutos de negociações, a divisa foi a 5,6340 reais.

O principal contrato de dólar futuro subia 0,94%, a 5,612 reais.

O dólar negociado no mercado interbancário fechou a última sessão em alta de 1,14%, a 5,5309 reais na venda, maior patamar desde 22 de maio.

Nesta quinta-feira, o Banco Central fará leilão de swap tradicional de até 10 mil contratos com vencimento em março e setembro de 2021.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.