Em meio à instalação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid e informações sobre trocas de nomes importantes na equipe do Ministério da Economia, o Ibovespa fechou esta terça-feira (dia 27) em queda de 1%, a 119.388 pontos.

O dólar fechou o dia em alta de 0,25%, a R$ 5,4625.

O que aconteceu com a Bolsa e o dólar? O principal índice da Bovespa caiu nesta terça-feira, com investidores embolsando ganhos recentes enquanto aguardam novos sinais de política monetária do Federal Reserve e monitoram o noticiário sobre a pandemia e a instalação da CPI da Covid no país.

Pressionado sobretudo por ações do setor financeiro e de algumas companhias exportadoras, além de Petrobras, o Ibovespa teve baixa de 1%, aos 119.388 pontos. Uma queda maior foi evitada pelos papéis da Vale, que subiram após a mineradora ter divulgado resultados do primeiro trimestre na noite da véspera.

Logo pela manhã, aconteceu a instalação da CPI da Covid, que será comandada pelo senador Omar Aziz (PSD-AM) e terá como vice-presidente Randolfe Rodrigues, oposição ao governo Bolsonaro.

Apesar dos esforços do governo, Aziz indicou Renan Calheiros (MDB-AL) para ser o relator da CPI. De 11 vagas na comissão, somente quatro são ocupadas por parlamentares favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro, o que aumenta a possibilidade de o colegiado desgastar o governo.

O mercado também repercutiu uma série de trocas que acontecerão no Ministério da Economia. O ministro Paulo Guedes demitiu Waldery Rodrigues do cargo de secretário especial da Fazenda após embates na sanção do Orçamento, que sofreu um veto de R$ 19,8 bilhões em despesas e um bloqueio adicional de R$ 9,3 bilhões.

Além disso, a assessora especial para reforma tributária, Vanessa Canado, também deixará a equipe, às vésperas da votação do relatório do projeto na Câmara dos Deputados.

Um dos destaques positivos do pregão foi a Vale, que subiu 1,43% após divulgar um lucro líquido acima do esperado na segunda (dia 26). Na outra ponta, as ações da BRF tiveram a pior queda do dia (-5,91%) – em relatório com previsões para balanços do primeiro trimestre de empresas de alimentos, o BTG Pactual avaliou que a empresa deve ter maiores pressões sobre margens devido ao aumento de preços de insumos.

Neste dia em que o mercado esteve mais conservador, com um olho em Brasília e outro na política monetária norte-americana, o dólar spot subiu 0,25%, a R$ 5,4625 na venda. A moeda oscilou entre R$ 5,468 (+0,35%) e R$ 5,4107 (-0,70%).

Maiores altas:

CVC (+5,66%)
Braskem (+3,89%)
BTG Pactual (+2,75%)

Maiores baixas:

BRF (-5,91%)
Via Varejo (-5,37%)
Cia Hering (-5,17%)

(Com a Reuters)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).