O bom humor dos mercados com o acordo da incorporadora Evergrande para pagamento de dívidas e a decisão de manutenção de juros nos EUA fizeram a Bolsa subir 1,59%, a 114.064 pontos.

O dólar teve leve alta de 0,10%, a R$ 5,31.

O que aconteceu com a Bolsa? O principal índice de ações brasileiras subiu nesta quinta com os investidores otimistas com o acordo da Evergrande, que possui dívidas de mais de US$ 300 bilhões, e medidas do governo chinês para evitar pânico no setor imobiliário.

Nesta quinta, o Banco do Povo da China injetou 120 bilhões de yuans (cerca de US$ 18,6 bilhões) em recursos no sistema financeiro chinês, em mais uma tentativa de manter a liquidez do sistema bancário em meio a preocupações com as dificuldades financeiras da gigante Evergrande.

Além disso, apesar do Fed (banco central dos EUA) ter anunciado que irá moderar o ritmo de compra de ativos, reduzindo os estímulos monetários, um cronograma não foi anunciado ainda. O banco aposta que só começará a aumentar os juros em 2022.

O destaque do pregão foi a Embraer, cujas ações dispararam acima de 10% após acordo para fornecimento de carros voadores.

O que aconteceu com o dólar? No dia seguinte ao aumento da taxa básica pelo Banco Central, o dólar apresentou leve alta nesta quinta.

Em comunicado, a autarquia indicou que deve adotar outro ajuste de igual magnitude na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em outubro, e frisou que sua intenção é avançar com os juros a patamar que atue no sentido de esfriar a economia de forma a conter a inflação.

A impressão de boa parte dos mercados é que o Banco Central fechou a porta para ajustes mais acentuados na Selic, de 1,25 ou até 1,5 ponto percentual, o que conteve uma possível queda da moeda americana.

Maiores altas:

Embraer (12,16%)
Ultrapar (9,51%)
Usiminas (9,38%)

Maiores baixas:

Eztec (- 5,18%)
Cyrela (- 4,33%)
Magalu (- 2,88%)

(Com a Reuters)

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).