Impulsionado pela alta nas ações da Petrobras, o Ibovespa fechou o pregão desta segunda-feira (dia 21) em alta de 0,67%, a 129.264 pontos. O destaque das negociações foram os papéis do Pão de Açúcar, que dispararam 7,88% após informações de que o empresário Michael Klein (Via) estaria interessado em comprar as operações da francesa Casino no grupo.

O dólar encerrou o dia em queda de 0,91%, a R$ 5,02.

O que aconteceu com a Bolsa? O principal índice da bolsa subiu nesta segunda encontrando suporte na alta das ações da Petrobras. Os papéis da empresa subiram na esteira da alta da cotação do petróleo.

“A commodity sobe após o novo presidente eleito do Irã, Ebrahim Raisi, cobrar que os Estados Unidos voltem imediatamente ao acordo nuclear rompido por Donald Trump [ex-presidente dos EUA]”, apontou Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora. “Além disso, o Bank of America elevou a recomendação para os papéis ordinários da Petrobras de neutra para compra, com novo preço-alvo de R$ 37,50”.

A estrela do pregão foi a ação do Pão de Açúcar, que disparou após o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, publicar que Michael Klein, acionista da Via, começou a montar uma posição acionária no grupo. Ainda de acordo com a nota, Klein tem interesse em comprar o GPA caso o Casino decida vender sua posição.

Outro destaque foi a Eletrobras, que fechou em alta de 2,92% no dia em que a medida provisória que abre caminho para a capitalização da estatal voltar à Câmara dos Deputados nesta segunda.

O que aconteceu com o dólar? Após ganho acentuado no pregão da última sexta-feira, o dólar teve um dia de correção e caiu nesta segunda.

Em nota, Victor Beyruti, economista da Guide Investimentos, disse que “ativos de risco estão iniciando a sessão em tom de recuperação, retomando fôlego após a correção promovida na semana passada em resposta ao Federal Reserve”.

Na semana passada, o BC promoveu a terceira alta consecutiva de 0,75 ponto percentual da taxa Selic, a 4,25%, e anunciou a intenção de dar sequência ao aperto monetário com uma nova alta de pelo menos a mesma magnitude em seu próximo encontro.

Com a divulgação da ata do encontro, “o Banco Central poderá explicitar com mais detalhe o seu cenário básico e os riscos para a política monetária”, avaliaram em nota matinal analistas do Bradesco. “O mercado estará atento à leitura do BC sobre a inflação (corrente, bem como as expectativas) e atividade e buscará os sinais sobre seus próximos passos, após a autoridade monetária indicar uma normalização completa da taxa de juros”.

Maiores altas:

Pão de Açúcar (+7,88%)
Cogna (+5,03%)
CVC (+4,91%)

Maiores baixas:

Notre Dame (-2,32%)
Atacadão (-1,99%)
Energias BR (-1,93%)

(Com a Reuters)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).