Entre a queda das ações da Vale e preocupação fiscal e o discurso do Fed (banco central americano) de que terá uma postura mais tolerante à inflação, a Bolsa encerrou o dia no zero a zero. Isso não é apenas forma de dizer: o Ibovespa fechou o pregão em 100.623 pontos, exatamente o mesmo nível do fechamento de ontem.

Já o dólar terminou o dia em queda de 0,59%, a R$ 5,57.

O que aconteceu com a Bolsa e o dólar hoje? Pela manhã, o mercado brasileiro chegou a acompanhar a animação das bolsas internacionais com o discurso do presidente do Fed, Jerome Powell.

Segundo ele, o banco central dos Estados Unidos estimulará a criação de empregos por meio dos juros baixos, mesmo que isso signifique ter uma inflação na casa dos 2%, um patamar maior que o atual e superior ao que o país está habituado.

Para o mercado, essa é uma boa notícia, já que juros mais baixos somados a uma política expansionista indicam um nível maior de liquidez. Esse dinheiro chegará às mãos dos investidores, que tendem a buscar maior rentabilidade em ativos de risco, como as bolsas.

Esses pontos fizeram as ações dos grandes bancos subirem com força no pregão desta quinta —Bradesco e Itaú, por exemplo, fecharam com alta de mais de 1,5%.

Na parte da tarde, entretanto, as preocupações com o cenário fiscal brasileiro –o presidente Jair Bolsonaro deu até esta sexta-feira para o ministro Paulo Guedes apresentar um novo projeto para o Renda Brasil– seguraram o desempenho do Ibovespa.

Além disso, as ações da Petrobras e da Vale, empresas que têm participação expressiva no índice brasileiro, caíram por causa da queda dos preços do petróleo e do minério de ferro no mundo.

No caso do câmbio, o real viveu um dia de alívio em relação ao dólar com o cenário de maior tolerância ao risco propiciado pelo discurso do Fed.

Maiores altas:

Gol (+ 4,27%)

Azul (+ 3,61%)

BTG Pactual (+ 2,64%)

Maiores baixas:

Yduqs (- 7,48%)

Petrobras (- 3,27%)

Minerva (- 2,51%)

(Com Reuters)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.