A Avenue, corretora americana focada no público brasileiro, passará a oferecer um plano de serviços com taxa de corretagem zerada. O novo plano permitirá ao cliente 10 operações gratuitas por mês nas bolsas americanas, e não cobrará mensalidade. A Avenue continuará a oferecer, ainda, seu plano tradicional, que não tem as 10 operações gratuitas, mas que conta com um material de análise de investimentos (relatórios, recomendações e podcasts).

Pode contar mais? A corretora foi fundada no final de 2018 e tem mais de 115 mil clientes. “Para a sustentabilidade do negócio, era indispensável cobrar uma taxa de corretagem no começo de nossa operação. Agora atingimos um estágio de crescimento que possibilita diversificar nossas forma de remuneração”, diz Roberto Lee, fundador e presidente da Avenue.

Como serão os planos? Quem já é cliente da corretora poderá solicitar a migração para o plano básico, que oferece, além das 10 operações gratuitas mensais, o acesso à plataforma de assistência da Avenue, conversão de câmbio instantânea, orientações para impostos, negociações fracionadas, podcasts diários, teses de investimentos e lives temáticas.

Já o plano tradicional tem taxas de corretagem a um preço fixo (que vai de US$ 1 a US$ 8,60, de acordo com o valor da operação) e um amplo material de apoio. Os clientes que optarem pelo “premium” poderão ter acesso a salas virtuais com analistas da Avenue, recomendações de produtos e a uma curadoria de notícias. É um serviço similar ao que as áreas de estratégia das corretoras tradicionais e ao que as casas de análise oferecem.

“O mercado já está maduro. O brasileiro de classe média, nosso público alvo, já investe fora dos bancos”, afirma Lee. “Além disso, existe um momento macroeconômico favorável, com a tendência de queda de juros e de inflação.”

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.