Em dia de vencimento de opções sobre o Ibovespa e de expectativa em torno da votação da reforma tributária ainda neste ano, a bolsa fechou em alta de 0,84% nesta quarta-feira (dia 14), a 99.334 pontos.

O dólar encerrou o dia também em alta de 0,34%, a R$ 5,59.

O que aconteceu com a Bolsa e o dólar hoje? Os investidores se animaram com a possibilidade da votação da agenda de reformas acontecer ainda neste ano. A comissão mista da reforma tributária informou que prorrogará seus trabalhos até dezembro por causa da pandemia de coronavírus e também das eleições municipais.

O presidente da comissão, senador Roberto Rocha, afirmou que o relatório será votado até o dia 10 de dezembro. “Se o contexto permitir, nós o faremos antes dessa data”, afirmou. “Com o engajamento necessário, creio ser possível obter a aprovação da reforma tributária na Câmara e no Senado e sua promulgação ainda este ano”.

As declarações animaram os investidores, repercutindo um sinal doméstico mais positivo sobre o andamento das reformas.

Wall Street encerrou em queda, puxado pelos papéis de Amazon e Microsoft, com investidores perdendo as esperança de que um estímulo fiscal nos Estados Unidos será aprovado antes das eleições presidenciais em novembro.

Comentários do secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, de que um acordo provavelmente não seria alcançado antes do pleito fragilizaram ainda mais o sentimento, após a divulgação de balanços trimestrais mistos por importantes bancos de Wall Street.

Segundo dados preliminares, o Dow Jones recuou 0,58%, aos 28.514,63 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,66%, aos 3.488,64 pontos. O Nasdaq recuou 0,8%, aos 11.768,73 pontos.

O destaque do pregão foi a JBS, cujas ações dispararam após acordo da sua controladora, a J&F, com o Departamento de Justiça dos EUA.

Maiores altas:

JBS (+ 9,20%)

Petrorio (+8,02%)

Rumo (+ 5,52%)

Maiores baixas:

Cia Hering (- 2,22%)

Lojas Americanas (- 1,98%)

Lojas Renner (- 1,78%)

(Com a Reuters)

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).