A Receita Federal liberou nesta sexta-feira (31) o pagamento do 3º lote da restituição do Imposto de Renda 2020. Não encontrou o seu nome na lista? Calma! Isso não significa que caiu na malha fina, a Receita ainda paga mais dois lotes de restituição do IR 2020 em agosto e setembro.

No entanto, se quiser tirar a dúvida e verificar que não há nenhuma pendência junto ao órgão é possível consultar a situação do contribuinte pelo Centro de Atendimento Virtual ao Contribuinte da Receita, o e-Cac, e conferir como está o processamento das informações da declaração.

Mas, afinal, o que é malha fina? É o nome popular para a verificação de inconsistências na declaração do Imposto de Renda, ela funciona como uma peneira quando há dados incorretos, contradição ou omissão de informações. A malha fina não deixa as pessoas receberem sua restituição até que a situação seja regularizada e os contribuintes podem ter o CPF bloqueado.

Como saber se cai na malha fina? A consulta é feita online pelo e-Cac (Centro de Atendimento Virtual ao Contribuinte da Receita). Para acessar os dados é necessário ter em mãos o número dos recibos das últimas duas declarações entregues, 2020 e 2019. Sem isso, não é permitido criar o código para acessar as informações. É importante lembrar que quem entregou uma declaração retificadora, é esse o número de recibo que vale.

Com os recibos em mãos, acesse o site da Receita Federal e acompanhe o passa a passo.

1 – Crie um código de acesso

Informe o número do CPF, a data de nascimento e digite o código para comprovar que não é um robô.

2- Informe os números dos recibos

É a hora de informar o número dos recibos das últimas declarações entregues e criar uma senha. Após isso, o programa irá gerar um código de acesso para o sistema. Anote o número.

3- Hora de acessar o e-Cac

Você já está na página da Central Virtual de Atendimento da Receita (e-Cac). Insira as informações solicitadas para acessar: CPF/CNPJ, código de acesso (aquele que você anotou) e a senha escolhida no passo anterior.

4- Procure por “Meu Imposto de Renda”

Clique na aba “Declarações e Demonstrativos” e, após isso, no link Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF).

5- Acesse o extrato de processamento da declaração

Clique em “Pendência de Malha” e verifique se caiu na malha fina e por qual motivo.

6- Confira se há pendências

No ícone “Pendências da malha” é possível verificar se há algum débito com a Receita. Lembre-se que o cruzamento das informações é contínuo e o fato de não ter uma pendência hoje, não significa que não poderá surgir uma amanhã.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.