Possui um plano de previdência? Dependendo do plano, você pode aproveitar as contribuições feitas no ano para abater na declaração do Imposto de Renda. Essa regra só vale para contribuições feitas para planos PGBL.

Mas existe um limite para esse abatimento: até 12% da renda tributável anual. O que passar disso não pode ser utilizado como dedução de Imposto de Renda.

Além disso, esse tipo de abatimento só pode ser usado por quem faz a declaração completa de Imposto de Renda.

E o VGBL? Os planos VGB não servem para abatimento na declaração de IR. Por isso, as contribuições efetuadas ao longo do ano não devem ser informadas na declaração.

Planos VGBL são recomendados para quem faz a declaração simplificada, para aplicar o excedente do limite de 12% da renda tributável (do PGBL).

“Qual posso deles deduzir? Essa é a maior dúvida. O PGBL consta na seção de pagamentos da declaração e deve ser informado no código 36. O VGBL não deve ser informado como pagamento, mas sim como bens e direitos, com o código 37”, afirma Felipe Coelho, gerente sênior de tributos da EY em live do 6 Minutos.

Segundo ele, o contribuinte deve informar o saldo acumulado de VGBL no ano de 2020, não os pagamentos efetuados. “Isso já conta no informe de rendimentos da seguradora, tanto no PGBL quanto no VGBL.”

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).