A declaração do Imposto de Renda 2021 já vai começar. A Receita Federal anunciou nesta quarta-feira (24) que o prazo se inicia em 1º de março e a novidade é que neste ano quem investe em bitcoin terá um campo específico para declarar suas criptmoedas.

Durante a coletiva para apresentar as novas regras, a Receita informou a criação de três novos códigos para declarar criptoativos. A lista inclui uma numeração para a declaração de bitcoin.

Nos anos anteriores, não havia códigos específicos para os ativos e os contribuintes eram orientados a declarar os criptomoedas no campo “outros”.

Veja os novos códigos:

  • 81: criptoativo Bitcoin – BTC.
  • 82: outros criptoativos, do tipo moeda digital = Conhecidos como altcoins entre elas Ether (ETH), XRP (Ripple), Bitcoin Cash (BCH), Tether (USDT), Chainlink (LINK), Litecoin (LTC);
  • 89: demais criptoativos que não sejam considerados criptomoedas (payment tokens), mas classificados como security tokens ou utility tokens.

Como declarar as criptomoedas? Na ficha de bens e direitos, o contribuinte deve identificar seus investimentos de acordo com o código específico e seguir com a declaração normalmente.

Todo investidor paga impostos? Não. A isenção de tributação se aplica para quem faz vendas de até R$ 35 mil no mês. A alíquota de imposto é definida de acordo com o tamanho da transação – quanto maior, maior o pagamento de impostos.

Leia também: Todo mundo paga imposto ao investir em bitcoin? Saiba como funciona tributação

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).