O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, anunciou sua renúncia ao cargo, alegando motivos pessoais, conforme fato relevante divulgado pela companhia na noite de domingo.

De acordo com o comunicado, ele permanecerá na função até o dia 5 de março, para a transição a seu sucessor, ainda a ser indicado.

“Sob sua gestão, a companhia atingiu lucros históricos, reduziu sua alavancagem a patamares compatíveis com a geração de caixa, reduziu custos operacionais com privatizações de distribuidoras e programas de eficiência, colocou em operação obras atrasadas”, disse a elétrica em agradecimento ao executivo, que ficou na presidência por cerca de quatro anos e meio.

A Eletrobras ainda disse que o CEO simplificou a quantidade de participações acionárias, com a venda, incorporação e encerramento em cerca de 90 sociedades de propósito específico, aprimorou seu programa de compliance, padronizou estatutos sociais e alçadas de aprovação das companhias do grupo e resolveu contenciosos importantes nos Estados Unidos decorrentes de reflexos da Operação Lava Jato, dentre outras realizações relevantes.

 

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).