Primeiro, a notícia ruim. Segundo a Agência Internacional de Energia (IEA), 2019 foi o ano em que o setor de transportes mais emitiu C02 em toda a história da humanidade. Agora, a parte boa. Em 2020, teremos queda nas emissões por conta da desaceleração econômica provocada pela pandemia. E, mesmo com a recuperação da economia nos próximos anos, até o fim do século os níveis observados no ano passado não serão mais atingidos.

Ainda segundo a IEA, o setor de transportes responde por aproximadamente um quinto de todas as emissões globais de dióxido de carbono na atmosfera.

Frequentemente apontado como o maior vilão nas discussões sobre mudanças climáticas e aquecimento global, o transporte aéreo responde por pouco mais de 10% das emissões de CO2 do setor.

A maior parte da poluição é provocada por veículos terrestres. Carros e ônibus respondem por 45% das emissões. Caminhões são responsáveis por 29%, enquanto navios totalizam cerca de 10%.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).