WASHINGTON (Reuters) – As vendas no varejo dos Estados Unidos recuaram ainda mais em dezembro, uma vez que as medidas para conter a disseminação do coronavírus afetaram os gastos em restaurantes e reduziram a movimentação em shoppings, no mais recente sinal de que a economia perdeu considerável velocidade no final de 2020.

As vendas no varejo caíram 0,7% no mês passado, informou o Departamento do Comércio nesta sexta-feira. O dado de novembro foi revisado para mostrar queda de 1,4%, em vez da baixa de 1,1% informada antes.

Economistas consultados pela Reuters projetavam estabilidade das vendas varejistas em dezembro.

Excluindo automóveis, gasolina, materiais de construção e serviços de alimentação, as vendas varejistas despencaram 1,9% no mês passado, depois de declínio de 1,1% em novembro.

O chamado núcleo das vendas no varejo corresponde mais de perto ao componente dos gastos do consumidor no Produto Interno Bruto (PIB).

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).