Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) – A construtora MRV teve forte alta das vendas, mas um recuo nos lançamentos do quarto trimestre, nos comparativos anuais, enquanto busca equilíbrio diante da forte atividade do setor imobiliário marcado pelos efeitos da pandemia da Covid-19.

A companhia anunciou nesta quinta-feira que suas vendas de outubro a dezembro somaram 2,06 bilhões de reais, um salto de 49,1% ano a ano e de 4,7% na base sequencial, à medida que seguiu acelerando ao longo do ano, infladas pela crescente oferta de financiamento imobiliário com juros da economia em mínimas recordes.

No acumulado do ano, as vendas da companhia de 7,72 bilhões de reais foram 39,1% maiores do que em 2019.

Já os lançamentos da MRV no quarto trimestre somaram 2,128 bilhões de reais, avanço de 1,7% em relação ao trimestre imediatamente anterior, mas queda de 10,2% contra um ano antes.

No acumulado de 2020, os lançamentos da companhia chegaram a 7,7 bilhões de reais, montante 11,6% maior do que em 2019, mas menor do que o esperado pela própria empresa.

“Os lançamentos totais do ano ficaram abaixo do planejado pela companhia, fundamentalmente em função do impacto causado pela pandemia nos lançamentos, em especial no primeiro semestre”, afirmou a MRV.

A empresa teve no quarto trimestre geração de caixa de 175 milhões de reais, alta de 8,5% sobre os três meses imediatamente anteriores e revertendo queima de cerca de 34 milhões um ano antes.

A MRV informou ainda que seu conselho de administração aprovou distribuição de dividendo extraordinário de 100 milhões de reais, a serem pagos em 28 de janeiro.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).