LONDRES/TORONTO (Reuters) – A mineradora Vale contratou os bancos de investimento Barclays e Standard Chartered para vender sua mina de carvão e um projeto portuário em Moçambique, disseram três fontes nesta quinta-feira, em momento em que a empresa trabalha para se tornar neutra em carbono até 2050.

A Vale se junta à mineradora BHP, e outras companhias dispostas a escantear o carvão, cuja queima resulta na produção de eletricidade, à medida que investidores globais abandonam participações em combustíveis fósseis.

Segunda maior produtora de minério de ferro do mundo, a Vale selou acordou na quarta-feira para comprar a fatia minoritária da Mitsui na deficitária mina de carvão de Moatize e no Corredor Logístico de Nacala, mas anunciou que pretende desinvestir dos negócios com o combustível fóssil na sequência.

Ainda não está claro o que os ativos poderão render, disseram as fontes, que pediram para não ser identificadas, já que as discussões são confidenciais.

Vale, Barclays e Standard Chartered não quiseram comentar o assunto.

(Por Jeff Lewis e Clara Denina; reportagem adicional de Helen Reid, em Johanesburgo)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).