Por Tom Polansek

CHICAGO (Reuters) – A Tyson Foods anunciou nesta segunda-feira que lançará uma linha de hambúrgueres e linguiças à base de vegetais antes do início do verão nos Estados Unidos, estação que marca a temporada de churrascos no país, ampliando a competição com a Beyond Meat –que, por sua vez, divulga uma versão atualizada de seu hambúrguer de vegetais.

Os fornecedores de carnes à base de vegetais têm buscado ampliar o volume de vendas, já que a vacinação contra a Covid-19 tende a incentivar mais pessoas a comer em restaurantes e a se reunir para churrascos e outros eventos.

Empresas como Beyond Meat e Impossible Foods visam atender às demandas de consumidores por dietas mais amigáveis ao meio ambiente, mas as vendas de alguns produtos perderam força recentemente, com a tendência favorável aos produtos à base de vegetais esfriando.

A Tyson Foods, maior produtora de proteína animal dos EUA em termos de vendas, lançou seus primeiros produtos à base de plantas em 2019. Agora, acrescenta hambúrgueres, salsichas, linguiça italiana e “carne” moída feita de proteínas de ervilhas à sua gama de ofertas, de acordo com comunicado.

O movimento representa uma nova empreitada da Tyson no segmento de hambúrgueres alternativos. No ano passado, a empresa havia descontinuado um produto que misturava carne bovina e vegetais.

A Beyond Meat, por sua vez, está lançando nesta semana uma nova versão de seu Beyond Burger, também à base de plantas, em supermercados de todo o território norte-americano, conforme revelou em comunicado de 27 de abril.

Enquanto isso, a JBS, rival da Tyson, anunciou no mês passado a aquisição da companhia de proteínas vegetais europeia Vivera por 341 milhões de euros.

Segundo a companhia, o produto atualizado é mais suculento do que a versão anterior e remete ao sabor da carne moída. Cada Beyond Burger possui 20 gramas de proteína, ante 21 gramas por porção no hambúrguer da Tyson.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).