O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) do Brasil registrou seu quinto mês consecutivo de alta em setembro, apesar de ter apresentado desaceleração do crescimento a partir de julho, disse a Fundação Getulio Vargas nesta quarta-feira (dia 7).

O IAEmp subiu 7,2 pontos em setembro, para 82,0 pontos. Em médias móveis trimestrais, o indicador avançou 8,4 pontos, para 74,3 pontos.

“A alta de setembro aproxima o IAEmp dos níveis pré-pandemia, considerados não muito elevados historicamente”, disse em nota Rodolpho Tobler, economista da FGV. “Para os próximos meses, ainda é possível enxergar fatores que podem adicionar riscos à sustentabilidade da retomada, como a elevada incerteza e o fim dos programas governamentais de apoio nesse período da pandemia.”

O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) manteve-se em 96,4 pontos em setembro, disse a FGV. O ICD é um indicador com sinal semelhante ao da taxa de desemprego, ou seja, quanto menor o número, melhor o resultado.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).