SÃO PAULO (Reuters) – A Suzano divulgou nesta quarta-feira crescimento de 61% no resultado operacional do primeiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado, apoiado em queda nas despesas financeiras e preços maiores de celulose.

A companhia teve lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 4,86 bilhões de reais de janeiro ao fim de março ante 3 bilhões de reais no mesmo período de 2020. Analistas, em média, esperavam Ebitda de 5,07 bilhões de reais, segundo dados da Refinitiv.

A companhia também anunciou que seu conselho de administração aprovou o andamento de projeto de construção de nova fábrica de celulose, com capacidade para 2,3 milhões de toneladas por ano, no Mato Grosso do Sul. O projeto exigirá investimento de 14,7 bilhões de reais a ser desembolsado entre este ano e 2024.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).