SÃO PAULO (Reuters) – A moagem de cana do centro-sul do Brasil foi estimada em 590,4 milhões de toneladas em 2021/22, uma queda de 15,6 milhões de toneladas ante a temporada anterior, apontou nesta quarta-feira a consultoria Stonex, que praticamente manteve sua projeção na comparação com o número divulgado em janeiro.

A estimativa de produção de açúcar do centro-sul em 2021/22 também foi mantida em 35,5 milhões de toneladas, ante 38,3 milhões de toneladas em 2020/21, com impacto do tempo mais seco reduzindo a safra, segundo a consultoria, que citou ainda que a principal região produtora destinará um pouco menos de cana para a fabricação do adoçante (45,2%, versus 45,9% na safra anterior).

Em evento online, o analista da Stonex Bruno Lima apontou que o “mix” de açúcar deverá perder algum terreno devido a um esperado suporte para os preços do etanol, cujo consumo deverá crescer.

A produção de etanol foi estimada em 29,5 bilhões de litros, ante 30,5 bilhões de litros no ciclo anterior.

(Por Roberto Samora)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).