(Atualizado às 9h48 de 16/11/2020)

Números do Banco Central mostram que 30,1 milhões de pessoas tinham cadastrado as chaves Pix – forma rápida de identificação da conta de recebimento – até domingo (dia 15). O número não parece relevante se levar em consideração que o país tem 177,4 milhões de pessoas com algum tipo de relacionamento bancário. Mas ganha importância  se levar em conta que o novo sistema de pagamentos estreia somente nesta segunda-feira, dia 16.

Durante o período de testes, que foi de 3 a 15 de novembro, foram realizadas mais de 1,9 milhão de transações entre instituições diferentes, que movimentaram mais de R$ 780 milhões.

Para Carlos Netto, CEO da Matera, esse número dá uma dimensão da importância que o Pix deve ter para os meios de pagamento. “Não é pouco, ficou acima de todas as expectativas. O volume financeiro transacionado na fase de testes já superou o que se estimava para janeiro”, afirmou.

Segundo ele, o equivalente ao Pix indiano demorou dois anos para pegar. “Ninguém esperava que a partir do dia 16 as pessoas quebrariam seus cartões de débito e crédito. É normal que tenha uma curva crescente de adoção. Na Índia, levou dois anos para bombar.”

Há desconhecimento? Sim. Pesquisa realizada pela área de Inteligência de Mercado da Globo mostrou que somente 37% dos entrevistados já tinham ouvido falar do novo sistema de pagamentos. E apenas 13% entediam como funcionava o Pix.

Há medo? Com certeza. O sistema nem entrou em operação e já existem notícias de que criminosos estão usando o Pix para tentar aplicar golpes nas pessoas.

A principal dica para não cair em golpes é não clicar em links recebidos por e-mails, WhatsApp, redes sociais e mensagens de SMS de cadastramento de chaves. Esses links direcionam o usuário a páginas falsas de bancos ou ainda levam à instalação de um arquivo malicioso que rouba dados pessoais e bancários.

Quantas chaves as pessoas podem cadastrar? Cada pessoa pode cadastrar quatro chaves:

  • CPF/CNPJ
  • Endereço de e-mail
  • Número do telefone celular
  • Aleatória

Quantas chaves já foram cadastradas? Até domingo, 71,5 milhões de chaves tinham sido cadastradas. São 68,5 milhões de chaves de pessoas físicas e 3 milhões de pessoas jurídicas.

Que tipo de chave é a mais cadastrada? A mais usada pelas pessoas físicas foi o CPF. Veja abaixo:

  • CPF: 25,8 milhões
  • CNPJ: 1,5 milhão
  • Endereço de e-mail: 12,1 milhões
  • Número do telefone celular: 167,1 milhões
  • Aleatória: 14,8 milhões

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).