Os shoppings centers da cidade de São Paulo poderão funcionar das 12h às 20h, disse nesta sexta-feira o prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB), após o governo do Estado liberar o funcionamento desses estabelecimentos por oito horas diárias como parte do plano de flexibilização das medidas de restrição impostas para conter a pandemia de Covid-19.

Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual, Covas disse que portaria publicada pelo governo municipal também permite o funcionamento do comércio de rua e das galerias comerciais das 10h às 18h, enquanto os shoppings populares terão funcionamento liberado das 5h às 13h.

“A portaria também faculta ao comércio de rua, às galerias comerciais e aos shoppings que queiram funcionar em horário diferenciado deste estabelecido que coloquem uma placa, um aviso na porta dizendo quais horários eles vão funcionar, podendo funcionar, portanto, em horários diferentes desses estabelecidos pela portaria municipal”, afirmou o prefeito.

Como já havia sido liberado pelo governo estadual, os bares e restaurantes da capital poderão funcionar também por oito horas diárias, com a obrigação de fechar as portas até às 22h.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.