A Serasa Limpa Nome estendeu até 8 de setembro o prazo para pagamentos de dívidas de até R$ 1.000 por apenas R$ 100. A renegociação inclui débitos contraídos junto a empresas como Avon, Pernambucanas, Casas Bahia, Ponto Frio, Anhanguera, Vivo, Unopar, Pitagoras, entre outras.

“A ação tem beneficiado muita gente e, para ajudar ainda mais consumidores, resolvemos estender o prazo para que as pessoas possam aproveitar essa condição”, afirma Lucas Lopes, diretor do Serasa Limpa Nome.

Quantas pessoas já aderiram à renegociação? Segundo a Serasa, mais de 2,5 milhões de débitos entre R$ 200 e R$ 1.000 foram quitados por apenas R$ 100.

Qual o potencial dessa nova ação? A Serasa diz que 21,5 milhões de dívidas podem ser pagas com a prorrogação das condições.

Quais são as empresas envolvidas? Tricard, Recovery, Ativos, Itapeva, Credsystem, Avon, Pernambucanas, Casas Bahia, Ponto Frio, Anhanguera, Unopar, Pitagoras, Unime, Iuni, Uniderp, Unirondon, Unique, Hoepers, Algar, Calcard e Vivo.

Como renegociar? Veja abaixo as instruções da Serasa:

O primeiro passo é acessar o site www.serasa.com.br <http://www.serasa.com.br>  ou baixar o aplicativo no celular; digitar o CPF e preencher um cadastro. O consumidor também pode regularizar débitos financeiros pelo WhatsApp, através do número: (11) 98870-7025.

Ao entrar na plataforma, todas as informações financeiras do consumidor já aparecerão na tela, devidamente explicadas, incluindo as dívidas que tiver. Se quiser conhecer as condições oferecidas para pagamento, basta clicar para ser direcionado até uma nova página, onde serão apresentadas as mais variadas opções para renegociar cada débito.

Depois que você escolher uma das opções de valor, é só escolher se vai ser à vista ou em parcelas, e a melhor data de vencimento.

A plataforma da Serasa gera então um ou mais boletos, dependendo da forma de pagamento escolhida, já com a data de vencimento escolhida.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).