SÃO PAULO (Reuters) – A segunda safra de milho do Brasil 2020/21 deve alcançar 65,3 milhões de toneladas, estimou nesta quinta-feira a consultoria Agroconsult, ao reduzir sua projeção ante o volume de 66,2 milhões apontado em maio, devido a impactos da seca e do plantio tardio.

As expectativas têm como base análises feitas durante a expedição Rally da Safra que, antes de ir a campo, chegou a projetar a segunda safra do cereal em 83,9 milhões de toneladas, em meados de janeiro.

Com perdas em praticamente todos os Estados produtores, a consultoria estimou a produtividade média do cereal no Brasil em 74 sacas por hectare, 22,2% menor no comparativo anual.

No entanto, Estados como Paraná tiveram quebra anual acima de 30% na produtividade, para 58 sacas por hectare, ressaltou o sócio-diretor da Agroconsult, André Pessôa.

(Por Nayara Figueiredo)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).