Depois de dar início à temporada de balanços dos grandes bancos reportando lucro líquido de R$ 4,34 bilhões no terceiro trimestre, o Santander anunciou que pretende ganhar quase 1 milhão de clientes em novembro.

O número é alto se comparado até mesmo com os resultados de todo o último trimestre, quando o Santander ganhou 1,5 milhão de novos clientes.

Segundo o CEO do banco, Sergio Rial, a possibilidade foi levantada pela proximidade do mês com o Natal, que será o primeiro após a reabertura econômica do cenário pós-pandemia.

Com a proximidade das compras de Natal, o Santander espera um aumento nos produtos vinculados a cartões, repetindo o bom desempenho registrado pelo banco no terceiro trimestre. A receita com cartões foi de R$ 1,2 bilhão no trimestre, 31% maior do que a registrada no ano passado.

Já a carteira de crédito ampliada do Santander aumentou 13,1% para R$ 526,4 bilhões. O crescimento foi impulsionado pelo aumento de 21,3% no crédito para pessoa física e de 17,3% para pequenas e médias empresas. O bom resultado, no entanto, deve desacelerar em 2022 porque o mercado “deve voltar para níveis de maior normalidade, que têm sido de um dígito alto, entre 9% e 12%”, disse o executivo.

Em outras receitas, o Santander registrou queda com serviços de conta corrente, que somaram R$ 975 milhões no trimestre, 4,6% a menos ante o mesmo trimestre do ano passado. Um dos motivos foi o crescimento das transações realizadas por PIX, que substituem a necessidade (e os gastos) dos clientes com as operações de TED e DOC.

O Santander também detalhou as receitas de administração de fundos, consórcios e bens, que totalizaram R$ 341 milhões no período registrando um aumento de 30,1% no ano. Já as comissões de operações de crédito e garantias, que totalizaram R$ 395 milhões, aumentaram 4,3% no período. Já a linha de Colocação de Títulos, Custódia e Corretagem arrecadou R$ 409 milhões, alta de 13,2%. Outras comissões somaram R$ 200 milhões.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).