O governo federal lançou nesta segunda-feira (13) o Habite Seguro, um programa habitacional para profissionais da segurança pública, como policiais, bombeiros e guardas municipais.

Serão destinados R$ 100 milhões do Fundo Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, para dar subsídios e condições especiais aos profissionais para compra da primeira casa própria.

O programa vai permitir o financiamento de imóveis novos, usados ou para construção de um imóvel individual. O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que o subsídio pode chegar a R$ 2.100 para a tarifa de contratação e até R$ 12 mil da entrada do imóvel. O valor do subsídio vai variar de acordo com a faixa de renda do profissional.

Guimarães disse que qualquer banco poderá participar do programa. “Existem dois papéis no Habite Seguro. O agente operador, que é a Caixa, responsável por organizar o programa, e o agente financeiro, que pode ser qualquer banco”, afirma.

Quem pode aderir ao programa? Os profissionais de segurança pública na ativa, reserva, reformados ou aposentados, com renda bruta mensal de até R$ 7 mil. O dinheiro será destinado a quem estiver comprando a primeira casa própria e será possível financiar 100% do valor do imóvel, de até R$ 300 mil.

“Entretanto, todos os profissionais acima dessa faixa de renda serão atendidos pelo programa, com taxas diferenciadas”, afirma Anderson Torres, ministro da Justiça e Segurança Pública.

A pasta diz que o programa tem como prioridade os agentes de segurança com renda bruta mensal de até R$ 7 mil, mas que os demais poderão ter acesso a taxas de juros e benefícios diferenciados.

Os interessados podem procurar as agências da Caixa ou os Correspondentes Caixa Aqui.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).