A Polícia Federal (PF) cumpre, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (27), ordens judiciais determinadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). As ordens judiciais tratam de investigações sobre fake news (inquérito nº 4.781), conduzidas pelo ministro Alexandre de Moraes.

Entre os alvos da operação estão :

  • Deputada federal Bia Kicis (PSL-DF)
  • Deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP)
  • Deputado federal Filipe Barros (PSL-PR)
  • Deputado federal Luiz Philippe Orleans e Bragança (PSL-RJ)
  • Blogueiro e ativista bolsonarista Allan dos Santos
  • Empresário Luciana Hang, dono da Havan
  • Deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP)
  • Deputado estadual Gil Diniz (PSL-SP), conhecido como “Carteiro Reaça”
  • Ex-deputado federal e presidente do PTB, Roberto Jefferson
  • Ativista Sara Winter

Os policiais federais cumprem 29 mandados de busca e apreensão em endereços no Distrito Federal, Rio de Janeiro, em São Paulo, Mato Grosso, no Paraná e em Santa Catarina.

Os deputados federais e estaduais com mandato serão ouvidos, mas não tiveram seus sigilos fiscais e telefônicos quebrados.

A investigação foi aberta no dia 14 de março de 2019, por portaria assinada pelo presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, e trata de ameaças, ofensas e fake news disseminadas contra integrantes da Corte e seus familiares. As apurações já atingiram ao menos 12 pessoas, entre deputados federais, estaduais e empresários bolsonaristas.

(Com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).