Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A prefeitura do Rio de Janeiro anunciou uma nova ampliação da flexibilização das medidas de restrição contra a Covid-19 e liberou cinemas, teatros, shoppings, museus, bibliotecas e outros estabelecimentos para operarem com sua lotação máxima, mantendo a obrigatoriedade de uso de máscaras nesses locais.

Com o anúncio, apenas boates e danceterias seguem proibidas de funcionar na cidade. Os jogos de futebol podem ter até 50% de público nos estádios. Segundo o secretário de Saúde do município, Daniel Soranz, a pandemia de Covid-19 se encaminha para o fim.

O governo municipal, comandado pelo prefeito Eduardo Paes (PSD), planeja acabar com a obrigatoriedade de uso de máscaras na cidade a partir da semana que vem.

“A situação está controlada no Rio”, afirmou Soranz. “Primeiro vamos liberar máscaras em locais abertos e depois em locais fechados”, acrescentou.

A capital fluminense apresenta há 8 semanas queda nos indicadores da pandemia. A vacinação avançou nesse período, embora a aplicação da terceira dose em idosos esteja paralisada desde sábado. Ela deve ser retomada nesta semana

Na capital fluminense, 87% das pessoas tomaram uma primeira dose de uma vacina contra a Covid e 61% receberam a segunda dose.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).