Em meio a tantas notícias ruins causadas pela pandemia de coronavírus, um breque nas demissões gera um pequeno alívio aos brasileiros. Segundo a Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas empresas, divulgada hoje (15) pelo IBGE, 86,4% (cerca de 2,7 milhões de empresas) mantiveram o quadro de funcionários ao final da primeira quinzena de agosto em relação à quinzena anterior.

Apenas 8,7% reduziu o número de funcionários. Desse total, a maior proporção de desligamentos (51,6%) foi nas empresas de menor porte.

A realização de campanhas de informação e prevenção, e a adoção de medidas extras de higiene continuam sendo as principais iniciativas de reação para enfrentar a pandemia, sendo adotadas por 92,9% das empresas.

Para fechar as contas no fim do mês e manter o quadro de funcionários, as empresas também tiveram que tomar algumas outras medidas:

  • Trabalho remoto: 32,3%
  • Adiamento de pagamento de impostos: 32%
  • Alteração do método de entrega de seus produtos ou serviços: 30,6%
  • Antecipação das férias dos funcionários: 15,3%
  • Lançaram ou passaram a comercializar novos produtos e/ou serviços: 13,2%
  • Recorreram à linha de crédito emergencial: 10,9%

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.