SÃO PAULO (Reuters) – O grupo de energia e infraestrutura Cosan informou que sua co-controlada Raízen adquiriu a totalidade do negócio de lubrificantes da Shell no Brasil, segundo fato relevante ao mercado nesta segunda-feira (7).

“A transação inclui a planta de mistura de lubrificantes localizada na Ilha do Governador e a base de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, assim como a cadeia de distribuição e seus respectivos contratos”, disse a empresa no comunicado.

A negociação da Raízen, joint venture entre Cosan e Shell que atua como agente exclusivo de venda de lubrificantes da Shell no país, veio após vencimento de um contrato de 10 anos entre as empresas.

A operação está sujeita à aprovação pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e ao cumprimento de outras condições suspensivas, disse a Cosan, sem citar valores da transação.

André Araujo, presidente da Shell Brasil, diz que a empresa está animada com a negociação. “No verdadeiro espírito de parceria que vem marcando a trajetória da Raízen desde sua criação há uma década, esta transação trará mais valor aos nossos clientes, pois terão acesso a uma oferta completa de lubrificantes e combustíveis”, afirma Araujo.

(Por Luciano Costa)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).