Começou hoje (dia 6) a Semana do Brasil, uma espécie de Black Friday criada pelo governo para movimentar o comércio em setembro, mês tradicionalmente mais fraco em vendas. Segundo estimativas do governo, quase 5.000 lojistas aderiram à promoção. Entre os grandes nomes estão Riachuelo, Havan, Fastshop, Magazine Luiza e Extra.

A promoção vai até o dia 15. Ou seja, pega o início do pagamento da parcela extra de R$ 500 do FGTS, que começa no dia 13, sexta feira da semana que vem. Mas não é porque o consumidor terá dinheiro extra na conta que precisa sair gastando.

A planejadora financeira Annalisa Dal Zotto, sócia da Par Mais, dá algumas dicas para você aproveitar a Semana do Brasil sem entrar no cheque especial. Veja quais são:

Tem certeza de que é hora de fazer compras?

Antes de comprar por impulso é preciso fazer as contas e ver se você tem condições de assumir novos gastos no momento. Por mais que a promoção seja tentadora, fuja dela se você já estiver endividado no cartão de crédito ou no cheque especial.

Você precisa mesmo comprar isso?

Antes de ir às compras, veja no seu armário o que realmente precisa para evitar comprar algo que já tem ou peças que não vão combinar com o resto do seu guarda-roupa.  Dica: prepare antes uma lista do que você realmente precisa antes de sair passando o cartão de crédito por aí.

Quanto você pode gastar?

Faça as contas e saiba exatamente o limite que poderá gastar sem se endividar. Se estiver com dívidas pendentes, não compre. E se achar que pode cair em tentação, evite ir ao shopping neste período ou acessar os sites das lojas (difícil, né?).

Já pesquisou os preços dos produtos que deseja comprar?

Nunca compre na primeira loja ou no primeiro site. Além disso, cuidado com descontos milagrosos. Pesquise bastante e compare valores em outros estabelecimentos para saber se está fazendo um bom negócio.

Você compensa um dia triste com compras?

Se você tem esse perfil, fuja das promoções. Evite ir às compras depois de um dia ruim no trabalho ou após uma discussão com o namorado ou namorada. Lembre-se de que uma roupa nova pode até trazer uma alegria momentânea, mas além de não resolver seu problema pode trazer uma nova preocupação caso você se endivide.

Posso deixar para comprar amanhã?

Quando você gostar muito de algum produto espere para comprá-lo no dia seguinte. Nesse espaço de tempo é possível avaliar se você realmente precisa daquilo ou se é apenas um desejo passageiro

Já pôs no papel suas metas?

Coloque no papel suas metas pessoais, profissionais e financeiras. É muito mais fácil economizar quando temos metas bem claras, pois elas servem de bússola para nossas atitudes e decisões financeiras.

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).