O Brasil criou 184,1 mil vagas com carteira assinada em março, um desempenho bem melhor do que o do mesmo mês do ano passado. Mas ficou abaixo do registrado em fevereiro, quando foram abertos 395,1 mil postos de trabalho formais.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (dia 28) pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia.

Por setor, o campeão de criação de vagas foram os serviços, com 95,5 mil vagas criadas, seguidos da indústria, com 42,1 mil, construção, com 25 mil e comércio, com 17,9 mil.

No acumulado do ano, foram criadas 837 mil vagas formais, uma forte expansão em relação ao mesmo período de 2020, quando o saldo ficou positivo em 108,8 mil.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).