SÃO PAULO (Reuters) – Uma sugestão apresentada pelo relator da medida provisória de privatização da Eletrobras, pela qual a reguladora Aneel poderia intervir no mercado de energia para evitar excessiva concentração de poder em alguns agentes, pode dificultar o andamento do projeto, disse nesta quinta-feira o novo presidente da elétrica, Rodrigo Limp.

“Geraria um risco muito grande para o processo de capitalização, haveria incerteza sobre como isso seria tratado e regulamentado para o futuro”, afirmou ele, durante teleconferência com investidores para comentar os resultados da companhia.

Limp também disse que recebeu sinalização do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de que a MP provavelmente será votada na Casa na próxima semana. “Isso traz um otimismo muito grande para que o projeto avance de fato.”

(Por Luciano Costa)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).