BUENOS AIRES (Reuters) – Produtores argentinos venderam 31,5 milhões de toneladas de soja da safra 2020/21, disse o governo nesta quarta-feira em um relatório com dados atualizados até 6 de outubro.

O ritmo de vendas ficou aquém em relação à temporada anterior. Até a mesma data do ano passado, os produtores haviam vendido 33,2 milhões de toneladas da oleaginosa, segundo dados oficiais.

A colheita de 2020/21 da soja na Argentina encerrou junho em 43,1 milhões de toneladas, de acordo com a Bolsa de Grãos de Buenos Aires, que estimou a colheita anterior de 2019/20 em 49 milhões de toneladas.

As divisas provenientes das exportações agrícolas são essenciais para a economia da Argentina, que está saindo de uma longa recessão que foi exacerbada no ano passado pela pandemia de Covid-19.

A bolsa prevê uma próxima colheita de 2021/22 de 44 milhões de toneladas.

(Reportagem de Agustin Geist; Texto por Hugh Bronstein)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).