BRASÍLIA (Reuters) – O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), confirmou nesta quinta-feira que a votação da chamada PEC Emergencial ocorrerá apenas na quarta-feira.

Segundo ele, nesta quinta deve ser dada a largada para a discussão da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) com a leitura em plenário do parecer do senador Marcio Bittar (MDB-AC).

Na terça-feira, o Senado segue os prazos de discussão da PEC e delibera sobre outras matérias –como a MP 1026, que facilita a compra de vacinas. Apenas na quarta-feira é que deve ocorrer a votação em si.

Pacheco manifestou a expectativa de votar a PEC em dois turnos no mesmo dia. Mas ainda não há acordo para quebrar o intervalo regimental entre as duas rodadas de votação, o chamado interstício.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).