Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) – Os futuros de referência do minério de ferro na Ásia subiram nesta quarta-feira, com preços recorde do aço na China atraindo apostas de investidores na matéria-prima, apesar de restrições em um pólo siderúrgico do país que sinalizaram perspectivas negativas.

O contrato mais ativo do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian encerrou o pregão diurno com alta de 1,7%, a 993,50 iuanes (151,94 dólares) por tonelada.

O primeiro contrato do minério de ferro na bolsa de Cingapura, para maio, avançava 1,5%, para 164,05 dólares por tonelada.

Os futuros do aço na China tocaram novas máximas no pregão diurno, impulsionados por uma forte demanda doméstica e preocupações com cortes de produção no país, maior fabricante global e exportador.

O vergalhão de aço para construção na bolsa de futuros de Xangai fechou em queda de 0,9%, a 5.127 iuanes por tonelada, após chegar a tocar 5.208 iuanes, maior nível já registrado desde 2011, quando os contratos começaram a ser negociados em Xangai.

“As restrições do governo chinês continuam sendo um suporte para os preços”, disseram estrategistas de commodities do ING em nota.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).