Por Shadia Nasralla

LONDRES (Reuters) – Os preços do petróleo subiam nesta terça-feira, em meio a um otimismo de que estímulos governamentais eventualente impulsionarão o crescimento da eocnomia global e a demanda por petróleo, o que superava preocupações com novos lockdowns contra o coronavírus e seu efeito sobre o consumo de combustíveis.

O petróleo Brent subia 0,64 dólar, ou 1,17%, a 55,39 dólares por barril, às 9:17 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,18 dólar, ou 0,34%, a 52,54 dólares por barril.

O Brent havia recuado 35 centavos de dólar na sessão anterior, enquanto o WTI não teve negociações devido a feriado que fechou os mercados norte-americanos.

“A percepção é de que qualquer retrocesso será rápido, uma vez que a confiança na recuperação econômica e da demanda por petróleo não deve desaparecer”, disseram analistas da PVM em nota.

Investidores estavam otimistas com a demanda na China, maior importadora global de petróleo, após dados divulgados na segunda-feira terem mostrado que a produção das refinarias chinesas avançou 3% para um novo recorde em 2020.

A China também conseguiu evitar uma contração econômica no ano passado.

A Agência Internacional de Energia (IEA) reduziu suas perspectivas sobre a demanda por petróleo em 2021, mas aponto para uma recuperação da demanda no segundo semestre para uma média anual de 96,6 milhões de barris por dia.

“Fechamentos de fronteiras, medidas de distanciamento social e quarentenas…vão continuar a limitar a demanda por combustíveis até que as vacinas estejam mais amplamente distribuídas, mais provavelmente na segunda metade do ano, disse a IEA em relatório mensal.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).