Por Devika Krishna Kumar

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo se estabilizaram nesta quinta-feira, depois de atingirem uma máxima de várias semanas no dia anterior, com a diluição de preocupações relacionadas à produção de petróleo do Golfo dos Estados Unidos, devido ao furacão Nicholas.

O Brent encerrou a sessão em alta de 0,21 dólar, ou 0,3%, em 75,67 dólares o barril. Na quarta-feira, o Brent tocou 76,13 dólares, a máxima desde 30 de julho.

O petróleo dos EUA (WTI) encerrou a sessão sem variação em 72,61 dólares o barril após avançar para a máxima desde 2 de agosto na quarta-feira.

“Com os preços voltando agora para as máximas do verão (dos EUA), estamos vendo alguma realização de lucro tendo início, mas o rali continua aparentando ser bem sustentado”, disse Craig Erlam, analista de mercado sênior da OANDA.

As empresas de energia do Golfo dos EUA conseguiram restaurar o serviço de oleoduto e eletricidade rapidamente depois que o furacão Nicholas passou pelo Texas no início desta semana, permitindo que se concentrassem nos esforços para reparar os danos causados nas semanas anteriores pelo furacão Ida.

O petróleo subiu na quarta-feira apoiado por números que mostraram uma queda maior que o esperado nos estoques de petróleo dos EUA, em 6,4 milhões de barris na semana passada, enquanto as instalações de petróleo no mar ainda se recuperam do impacto de Ida.[EIA/S]

O Brent obteve alta de cerca de 45% este ano, apoiado por cortes de oferta pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, além de alguma recuperação do colapso da demanda relacionado à pandemia no ano passado.

(Reportagem adicional de Alex Lawler em Londres, Jessica Jaganathan e Roslan Khasawneh)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447745))

REUTERS LM RS

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).